Um dia na Baía de Guantánamo: a perspectiva de um guarda



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Eu solicitei um passe de imprensa para visitar a Base Naval dos EUA na Baía de Guantánamo, Cuba, em fevereiro de 2008.

Sete meses depois, fui notificado de que havia sido aprovado para uma visita, um dos únicos jornalistas a visitar a parte da Força-Tarefa Conjunta da base este ano. A JTF é a parte da base onde estão detidos os detidos da Guerra ao Terror dos EUA.

Entrevistei o comandante da base naval, o comandante da Força-Tarefa Conjunta e outros altos funcionários, bem como trabalhadores civis e um guarda, Carlos Quinones, mostrados neste vídeo. Na época em que fiz esta filmagem, Quinones estava a apenas uma semana de voltar para casa depois de 11 meses e 3 semanas na Baía de Guantánamo:


Um dia na Baía de Guantánamo; um guarda a perspectiva de Nosso Site no Vimeo.

As palavras, quando usadas corretamente, podem transportá-lo a lugares que você mesmo não poderá visitar.

Mas quando palavras são combinadas com imagens ... bem, é outra coisa, tudo junto.

Acredito que existem alguns lugares e experiências que não podemos entender sem estar lá.

Espero que este vídeo o tenha levado à Baía de Guantánamo, mesmo que por alguns minutos.


Assista o vídeo: Guantanamo


Comentários:

  1. Kadyriath

    Aula!

  2. Zolokinos

    É um tópico simplesmente incomparável

  3. Elwyn

    Como você consegue escrever textos tão interessantes?

  4. Dahn

    Ótima ideia, eu concordo.

  5. Grindan

    a frase muito valiosa



Escreve uma mensagem


Artigo Anterior

O Protetor de Topano

Próximo Artigo

Por que você não deve participar do turismo voluntário