13 locais de patrimônio mundial da UNESCO na Ásia


A Ásia possui dezenas de locais reconhecidos pela UNESCO. Aqui estão 13 dos mais espetaculares:

1. Huang Shan (China)

Huang Shan, ou "Montanha Amarela", é um dos principais destinos turísticos da China. Os picos de granito da área emergem das florestas e nuvens, criando uma cena que lembra uma antiga pintura de paisagem chinesa.

Mais de 50 trilhas e vários teleféricos permitem que os viajantes explorem as montanhas e escalem vários picos, e muitos visitantes passam a noite em hospedarias nos picos das montanhas ou perto deles para ver o sol nascer sobre esta incrível cordilheira.

2. Grande Muralha (China)

Embora o debate sobre sua visibilidade do espaço continue, ninguém pode contestar a beleza inspiradora da Grande Muralha quando vista de uma de suas torres. A fita de pedra sobe e desce sobre os picos das montanhas e parece se estender pela eternidade.

As seções mais populares e totalmente restauradas da parede ficam lotadas na temporada de turismo, mas ainda há uma oportunidade, em lugares como Simatai, de experimentar a Grande Muralha na solidão.

3. Konya-Urgench (Turcomenistão)

Urgench, que já foi uma das maiores cidades da Rota da Seda, foi arrasada por Genghis Khan em um dos massacres mais sangrentos da história. Hoje, o que resta da cidade, notavelmente o Mausoléu Törebeg Hanym e o Minarete Gutluk-Temir, contrastam totalmente com a paisagem circundante.

As ruínas tornam este local um excelente destino para viajantes interessados ​​na história asiática e na arquitetura islâmica.

4. Taj Mahal (Índia)

Considerado o maior exemplo da arquitetura Mughal, é um dos edifícios mais conhecidos do mundo. Qualquer viagem à Índia poderia ser completa sem ver o Taj Mahal?

5. Templo da Caverna de Dambulla (Sri Lanka)

Existem muitos templos em cavernas em toda a Ásia, mas Dambulla, localizado no centro do Sri Lanka, é considerado um dos maiores. Desde o final do primeiro século aC, essas cavernas foram associadas a um mosteiro budista e agora contêm dezenas de estátuas e pinturas representando Buda, reis do Sri Lanka e várias divindades hindus.

6. Kiyomizu-dera (Japão)

Dos muitos templos xintoístas e budistas incríveis em Kyoto, Japão, Kiyomizu-dera se destaca como um exemplo impressionante de carpintaria japonesa (nem um único prego foi usado em todo o templo) e por sua posição de comando com vista para a cidade histórica.

Visite no outono ou na primavera e programe sua entrada para o final do dia, pouco antes do pôr do sol, para entender por que este é considerado um dos mais belos templos do Japão.

7. Borobudur (Indonésia)

Localizado no centro de Java, Borobudur é um importante local para peregrinos budistas no sudeste da Ásia. Com centenas de estátuas e relevos esculpidos, Borobudur apresenta uma coleção impressionante de arte budista, detalhando cosmologia central, leis e mitologias da religião.

8. Parque Nacional de Chitwan (Nepal)

A maioria dos viajantes no Nepal concentra seu tempo em explorar o Himalaia. Com acesso a tão altas e belas montanhas, é fácil esquecer que grande parte do Nepal é tropical.

Uma visita a Chitwan, o parque nacional mais antigo do Nepal, permite que os viajantes vivenciem outro lado do país. Caminhadas, canoagem e safáris de elefantes ajudam os visitantes a explorar o parque, que abriga rinocerontes indianos e tigres de Bengala, entre outras espécies.

9. Banaue Rice Terraces (Filipinas)

Acredita-se que os terraços na província de Ifugao, nas Filipinas, tenham mais de 2.000 anos e são referidos como a “Oitava Maravilha do Mundo” por muitos filipinos. Seguindo os contornos das montanhas, os terraços cobrem mais de 4.000 milhas quadradas e são um ótimo exemplo de uma “paisagem cultural viva”.

10. Palácio de Potala (Tibete)

A antiga residência do Dalai Lama ergue-se sobre a cidade velha de Lhasa, no Tibete. Com mais de 1.000 quartos e 10.000 santuários, o edifício de 13 andares é um arquivo incrível da arte, história e artefatos religiosos do budismo tibetano.

11. Angkor (Camboja)

Os mais de 1.000 templos ao redor de Angkor, a antiga sede do Império Khmer, são os melhores exemplos sobreviventes da arquitetura Khmer clássica. O próprio Angkor Wat é o maior monumento religioso do mundo.

Claro, os viajantes em Angkor provavelmente não ficarão sozinhos; a área recebe mais de dois milhões de visitantes todos os anos.

12. Ha Long Bay (Vietnã)

As formações cársticas de calcário da Baía de Ha Long projetam-se dramaticamente do mar, criando uma paisagem bela e distinta. Os viajantes podem explorar a região de barco, hospedando-se nas casas flutuantes que compõem as vilas de pescadores da região.

Ho Chi Minh disse certa vez sobre a Baía de Ha Long: “É uma maravilha que não se pode transmitir aos outros”, o que significa que, como todos esses locais espetaculares, você deve ver por si mesmo para compreender verdadeiramente sua magia.

13. Samarcanda (Uzbequistão)

Ocupando uma posição central na Rota da Seda, Samarkand foi declarada Patrimônio Mundial por ser uma "encruzilhada de culturas". O Registan, ou antigo centro da cidade, e a Mesquita Bibi-Khanym são marcos que valem a pena visitar.

Embora seja uma das cidades habitadas mais antigas do mundo, Samarcanda continua sendo uma comunidade vibrante e um centro de estudos islâmicos.

CONEXÃO COMUNITÁRIA

O continente asiático oferece uma gama incrivelmente rica de opções para os viajantes. Confira 7 pontos de aventura clássicos na Ásia ou faça um quebra-cabeça com os 10 alimentos mais exóticos do continente.


Assista o vídeo: Geopark Estrela Portugal. UNESCO. Video Oficial 4K


Artigo Anterior

Notas sobre “Exuberantes Jardins Escondidos”

Próximo Artigo

Trabalhando com meninos de rua no Uruguai